buji_1

A sensibilidade desta dupla é única. Quando olham para algo, Ana Viana e Bárbara Ávila enxergam muito além de objetos ou ambientes: elas veem possibilidades. As duas seguem o caminho da reinvenção, do reaproveitamento. O objetivo é mostrar que há beleza nas coisas do dia a dia – não importa se elas estão guardadas no armário, esquecidas em uma caixinha ou até mesmo totalmente à mostra na estante.

E foi exatamente para revelar todos esses encantos que as moças criaram o BUJI, um estúdio de decoração e organização que tem como ponto de partida os itens que as pessoas já têm em casa. A ideia é deixar o quebra-quebra de lado para investir em algo que está ali, à espera de uma boa ideia.

buji_13

As duas são de Brasília (DF), mas trocaram a capital do país por São Paulo há cinco e seis anos, respectivamente. Elas se conheceram em 2006, quando Bárbara lançou uma coleção de bolsas feitas à mão (sim, ela cria peças lindas, tudo bem artesanal!). Ana adorou a produção e logo percebeu que ali havia talento de sobra. “Começamos a nos seguir nas redes sociais e ficamos em contato”, diz.

buji_30

Formada em Letras, Ana já mantinha um blog voltado à decoração e life style (e adivinhem o nome? BUJI!). Tal trabalho chamou a atenção de Bárbara, que é arquiteta e estava em São Paulo em busca de novas oportunidades. O interesse em remodelar diferentes espaços foi o que uniu as duas novamente, tanto que elas viraram sócias e logo decidiram lançar o escritório. O passo seguinte foi criar o logo, o cartão de visitas e definir a filosofia da empresa. “Isso foi muito importante para dar uma carinha mais profissional ao negócio”, comenta Bárbara.

buji_19

 

Método BUJI de trabalhar

Hoje, dois anos depois da iniciativa sair do papel, elas oferecem três tipos de serviços para os clientes que as procuram. O carro-chefe da dupla se chama Super Buji. Trata-se de um projeto completo, feito sob medida para os moradores. Bárbara e Ana visitam o espaço, fazem um orçamento e, então, deixam a criatividade tomar conta do pedaço – elas também cuidam do cronograma, da ordem de entrada dos fornecedores e dão diversas orientações. O melhor? O projeto é montado quando os clientes não estão em casa (imagine a surpresa!). Outra possibilidade oferecida pelas profissionais é o Café com Post-it, que ganhou força pelo Instagram. Funciona assim: elas agendam uma visita de duas horas recheada de dicas e soluções para a casa do cliente.

Por fim, é possível contratar o Buji Online que, como o nome já diz, consiste em um projeto feito todo pela web, com orientações via Skype, WhatsApp, e-mail e Instagram, entre outras redes. Quer mais facilidade? Impossível 😉

Em todos esses pacotes oferecidos, Bárbara e Ana dão preferência a móveis e objetos que as pessoas já têm em casa (sem demolições!) – e a primeira pergunta delas define todo o processo. “Queremos saber quanto eles querem gastar. A partir disso, vamos pensando nas soluções”, comenta Bárbara. Caso o cliente esteja disposto a comprar alguns itens, elas ainda ensinam a fazer as escolhas corretas. Nada de sair gastando à toa!

buji_7

Dê uma olhadinha no site das duas (vai lá e volta, tá?).  Repare que elas investem bastante em conteúdo. “Acho que essa frente é 50% do BUJI”, diz Ana. Todas as intervenções são documentadas por fotógrafos profissionais e depois se transformaram em lindos posts para o blog do escritório. “Mandamos os links com esse conteúdo para o cliente sempre, pois acreditamos muito no reencontro da pessoa com a casa. A nossa ideia é justamente essa: mostrar que o lar pode ser lindo com as coisas que já estavam ali”, comenta.

 

A dor e a delícia de empreender

Virar a chave foi um processo intenso para Bárbara e Ana, que decidiram abrir mão de seus empregos fixos para criar o BUJI. “Não é tão simples assim, apesar de ser muito prazeroso”, afirma Ana. Para criar um negócio sólido, elas saíram em busca de referências e muito estudo. Um divisor de águas nesse processo, segundo as profissionais, foi ter feito um coaching focado em empreendedorismo criativo com a especialista no assunto Rafaela Cappai. “Começamos a nos enxergar empreendedoras a partir isso. Vimos o quanto a organização e o cuidado com a produtividade são importantes”, diz Bárbara.

buji_2

Para o futuro, as empreendedoras pensam em ministrar cursos e workshops na área (alô, alô pessoal do Coletivo 334!). “Começamos a fazer planos a partir dos e-mails que recebemos todos os dias de estudantes de todo o país. Eles gostam do nosso trabalho e querem conhecer mais sobre ele”, comenta Ana. Empreender com generosidade também faz a diferença, por isso eles decidiram compartilhar conhecimento.

 

A firma

Como o BUJI é modular e interativo, as meninas trabalham a maior parte do tempo online, trocando informações e ideias pela internet. Mas é no escritório montado na casa de Bárbara que as duas se encontram com maior frequência para colocar os projetos em dia, discutir novas soluções e promover a criatividade. É aqui também que ela faz lindas bolsas de couro, por isso teve de pensar em uma mesa de corte e em cantinhos para dispor a máquina de costura.

buji_31

Bem iluminado, o espaço foi pensado a partir da estante. Ana e Bárbara resolveram fazer o móvel com prateleiras de MDF e cremalheiras (são hastes de ferro com encaixes, que permitem a variação de altura das prateleiras). “Nossa ideia era garantir flexibilidade a partir de uma solução barata”, comenta Bárbara. Assim, elas conseguem encaixar as tábuas de MDF de acordo com o tamanho dos itens que estão na prateleira (livros e utensílios de costura, por exemplo).

buji_10

Presença cativa aqui no Lá na Firma, a mesa tem base de cavaletes e um tampo de MDF (gente, sai muito mais barato do que comprar um modelo pronto! E é fácil de achar as duas peças).

buji_32

buji_33

Note que só o fundo da estante tem uma cor diferente das demais paredes. A dupla resolveu pintar só aquela parte da alvenaria para justamente destacar o móvel (adoramos o resultado!). O tom escolhido foi o Refresco de Limão (referência D299), da Suvinil.

buji_20

O quadro com o logo das meninas foi feito com recortes de papel – isso mesmo, com essa riqueza de detalhes! Quem assina a criação é o artista O Silva, marido de Bárbara, que faz peças lindas com o material.

buji_18

Organização é o forte das meninas! Tudo por aqui está devidamente separado e guardado em potinhos ou organizadores mesmo. Assim, fica muito mais fácil encontrar os itens de trabalho no dia a dia.

buji_15

Gostou do trabalho do BUJI? Quer transformar a sua casa ou o ambiente de trabalho? Então, é só entrar em contato com elas pelo site (não esqueça de curtir no Facebook e seguir no Instagram). Até a próxima!

buji_22

 

la na firma_no_balls

 

 

16 de outubro de 2015
buji_1

BUJI

A sensibilidade desta dupla é única. Quando olham para algo, Ana Viana e Bárbara Ávila enxergam muito além de objetos ou ambientes: elas
29 de setembro de 2015
studio_dlux_2

Studio dLux

Um é totalmente diferente do outro. Cada um gosta de uma coisa. E todos não abrem mão de algo em comum: criar. Esse trio percorre o […]
23 de setembro de 2015
campervan_17

CamperVan

Queridinha dos brasileiros, a Kombi parou de ser fabricada em 2014 e já deixou saudade. Mas, antes de qualquer lamentação, temos uma boa notícia
15 de setembro de 2015
refugios_urbanos_16

Refúgios Urbanos

A crise econômica que assolava a Europa em 2009 fez o italiano Matteo Gavazzi decidir sair do país para empreender. Em plena expansão, o Brasil aparecia […]