la-na-firma-koule-design-empreendedorismo-1

Se os seus braços fossem mais longos, nem hesitaria em abraçar o mundo. E ainda ficaria pra lá de satisfeita com isso. Ana Mouawad Queiroga é uma daquelas pessoas que falam em trabalho e os seus olhos brilham, sabe? Dá para ver que ela é apaixonada pelo que faz e não tem preguiça de tirar novas ideias da gaveta. Mãe de Ravi, de quase três anos, e Leon, de 11 meses, ela se desdobra para ficar com os dois e ainda tocar seus projetos. Designer de interiores e de mobiliário, trabalha na área há oito anos e, há pouco mais de três meses, resolveu dar uma virada na carreira.

la-na-firma-koule-design-empreendedorismo-2

Antes, ela estava à frente do Studio da Ana, um escritório convencional de design, ou seja, fazia projetos completos para os clientes e ainda acompanha toda a obra. Como a sua ideia era ter mais tempo para as crianças e ainda poder exercitar o lado criativo, Ana resolveu apostar em um novo formato. Sim, ele tem nome e sobrenome: Koulè Design Afetivo, que significa “cor” na língua Crioulo Haitiano. E é exatamente isso que a move. A profissional adora misturar tons, criar diferentes composições e, assim, levar mais personalidade aos ambientes.

la-na-firma-koule-design-empreendedorismo-30

Mas não foi só o nome e a identidade visual da empresa que passaram por uma transformação – os serviços oferecidos também. Agora, Ana disponibiliza três produtos relacionados à design de interiores. O primeiro é o Meu Koulè, que te permite encomendar um projeto completo, com todo o acompanhamento necessário. O outro é o Liggero. Como funciona? Você contrata a Ana, ela vai até a sua casa e te dá dicas valiosas para mudar totalmente os cômodos sem mover uma parede sequer. Isso mesmo:a designer mandará diversas referências, especificações de cores para as paredes e ainda te ajudará a ressaltar aquele quadro ou objeto que você tanto ama. “As pessoas querem deixar a casa chique, com jeito de revista. Minha ideia é justamente o contrário. Quero criar algo que faça sentido para ela, resgatar memórias e renovar as energias dos ambientes”, diz. O último serviço oferecido pela designer é o Koulè.com, onde tudo é feito no ambiente virtual, desde conversas até a elaboração do projeto. Prático, não?

la-na-firma-koule-design-empreendedorismo-9

Ana sempre empreendeu – ter carteira assinada nunca fez parte dos seus planos. Ela começou a trabalhar no comércio dos pais (Ju Amora, que pinta lindas banquetas de madeira, também. Veja aqui a história dela). Em seguida, descobriu que decorar ambientes era a sua verdadeira paixão. Estudou e começou a fazer projetos para a família toda. “Ainda bem que tenho uma família bem numerosa, assim pude criar um portfólio bem variado na área de design de interiores”, brinca. Ela gosta de colocar a mão na massa mesmo, faz desde a criação dos projetos até os processos mais burocráticos. “Às vezes, é um pouco complicado trabalhar sozinha, falta alguém para dividir experiência, trocar ideias… Mas tudo tem o seu lado positivo, que neste caso é a liberdade para aproveitar meus filhos”, comenta.

 

A firma

Para ficar perto dos meninos, Ana abriu mão de um escritório alugado e resolveu levar o Koulè Design Afetivo para a sua casa, localizada em São Paulo (SP). Como havia uma edícula no local, ela logo tratou de quebrar a cabeça para pensar em algo diferente. A solução é puro amor: uma casinha feita com madeira, que lembra aquelas construções nórdicas que arrancam suspiros no Pinterest.

Ela desenhou a estrutura e contratou um marceneiro para executar o trabalho – a construção de 3 x 4 m foi esculpida em madeira cedrinho. “Fizemos um piso de cumaru e portas de peroba de demolição”, explica. O teto tem aquele formato de chalezinho, com as vigas aparentes.

la-na-firma-koule-design-empreendedorismo-31

Pintar a parte interna de branco teve um significado especial para Ana. “Encarei a cor como uma nova página, afinal, estava começando a escrever a história do Koulè”, diz. Com essa base mais neutra, ela ainda teve liberdade de sobra para inserir elementos mais vibrantes.

la-na-firma-koule-design-empreendedorismo-3

As estantes vermelhas foram arrematadas na Tok&Stok e funcionam como suporte para as plantas que Ana tanto ama e para objetos diversos, como livros, quadros e esculturas. Entre as duas há dois pôsteres maiores, que ela comprou na Oppa.

Para tirar a parede lateral da mesmice, a designer recortou uma paleta de cores (de tinta mesmo, daquelas que encontramos em lojas de construção) e colou todos os tons lado a lado. A geladeira retrô, da Brastemp, arremata a composição em grande estilo.

la-na-firma-koule-design-empreendedorismo-5

O tapete vermelho e branco deu movimento ao projeto. A peça foi comprada na By Kamy (uma boa dica para ter acesso aos produtos da marca, só que com preços mais baixos, é visitar o outlet. Veja o endereço aqui).

la-na-firma-koule-design-empreendedorismo-32

A mesa é de cavaletes e foi comprada na Tok&Stok (os cavaletes estão em alta! Já apareceram em vários escritórios. Veja todos aqui). Ana também arrematou a cadeira na mesma loja. O cordão de luzes é um charme e transforma completamente o espaço à noite! Para uma luz mais pontual, ela investiu em luminárias coloridas, também da Oppa.

la-na-firma-koule-design-empreendedorismo-33

Ana confessa que já teve fases mais coloridas e que agora busca um equilíbrio. “Aprendi isso com os meus filhos. As crianças não precisam de muitas coisas para serem felizes, por isso resolvi eliminar os excessos e apostar somente naquilo que me traz alegrias”, comenta. Note que o escritório é bem alegre, mas não tem nada de excessos (mesma característica do cantinho de criação do ateliê de doces Chez Popi. Leia a história toda aqui).

la-na-firma-koule-design-empreendedorismo-8

la-na-firma-koule-design-empreendedorismo-34

la-na-firma-koule-design-empreendedorismo-35

Nós adoramos o cantinho de trabalho da Ana, à frente do estúdio Koulè Design Afetivo. Cada detalhe é feito com tanto amor… Dá para sentir quando entramos! Assim como este ambiente, ela cria outros lindos e modifica espaços por completo. Vale conferir. Obrigada, Ana, por dividir o seu ateliê de ideias com a gente!

la-na-firma-koule-design-empreendedorismo-7

la na firma_no_balls

16 de fevereiro de 2016
la-na-firma-koule-design-empreendedorismo-1

Koulè

Se os seus braços fossem mais longos, nem hesitaria em abraçar o mundo. E ainda ficaria pra lá de